Jeremy Camp, lança livro que fala da morte de sua esposa e de sua fé

18:18


Esparramado no chão da sala no hospital, poucos meses após seu casamento, aos 23 anos, Jeremy Camp chorou em desespero ao Senhor. Sua esposa estava no quarto ao lado, morrendo de câncer de ovário. “Senhor, o que está acontecendo?” gritou ele.

Como você reagiria? Na passagem de um ente querido, você seria capaz de transformar sua tristeza em esperança terrena celestial? Você poderia realmente descansar no Senhor, confiar no poder de Sua palavra e ver que seus planos para você são para o seu bem?

Camp, um cantor/compositor talentoso, lutou com estas e outras questões das profundezas de angústia após sua esposa, Melissa, morrer em 5 de fevereiro de 2001.

“Por que você não curou a minha mulher?” Ele lamentou semanas mais tarde. “Eu tinha fé. Eu acreditava. Por quê?”

A resposta que ouviu da parte do Senhor não era o que ele queria: “ Você não deve saber por que isso não é o meu propósito para você, o que eu quero é que você tenha um testemunho de caminhar pela fé..”

Nos anos que se seguiram desde a trágica morte, Camp passou a vender milhões de discos, lançou vários sucessos, ganhou vários prêmios como o Dove Awards. Mas o mais importante para ele, ele encontrou no consolo que o levou muito além de fáceis respostas.

Camp andou pelo fogo e saiu do outro lado não só refinado e restaurado, mas também concentrado em proclamar a razão de sua esperança na música e agora na palavra escrita. Uma de suas mais conhecidas canções, “I Still Believe” (Eu ainda acredito), o primeiro que ele escreveu depois da morte de Melissa, serve como parte de inspiração para um novo livro que ele escreveu com o mesmo título.

No momento, ele se sente, que está ordenado por Deus. Camp não estava pronto para escrever a sua história até agora. “Eu percebi que há tanta coisa que Deus ainda tinha a ensinar-me para que eu escrevesse este livro”, disse ele em entrevista recente. “Ainda há tanta que Ele tem que ensinar-me nesta vida em todas as maneiras, e eu vou continuar aprendendo até que eu vá estar com o Senhor.”

Embora uma parte do livro trate da morte de Melissa, ele se estende a totalidade do testemunho de Camp. “E é por isso que eu queria escrever o livro, compartilhando com a perda de minha esposa ao câncer, e que o Deus realizou através disso. Mas há uma parcela grande demais no final que foi definitivamente em compartilhar meu coração agora, o que Deus tem feito agora, e meu coração por esta geração.”

Em sua música e no livro, Camp tem vários objetivos. “Eu queria ser capaz de compartilhar o conforto e mostrar a fidelidade de Deus, mas também ser capaz de fornecer exortação e encorajamento para as pessoas em suas próprias vidas. E para aqueles que talvez não passador por essas tragédias, quero ainda incentivá-los também.”

Camp compreende que a confiança é uma palavra que algumas pessoas atiram por ai casualmente. Andando em confiança durante os piores momentos da vida requer coragem. “Você pode dizer: ‘Tudo bem, Senhor, eu não entendo, mas eu vou confiar em você’, e ir para o único que oferece vida e esperança, paz e alegria.”

Embora a morte de Melissa servisse de momento mais sombrio, ele experimentou outros desafios ao longo de sua vida. Houve momentos difíceis no mundo da música. Seu irmão, Josh, tem Síndrome de Down. Sua família lutou com a pobreza, enquanto Camp estava crescendo. E durante sua adolescência, Camp passou alguns anos se rebelando contra Deus.

“Mas eu vi a fidelidade de Deus em tudo isso”, disse Camp, “e eu vejo Sua mão na minha vida. E Ele, que começou a boa obra será fiel para completá-lo em Cristo Jesus. Para mim Ele começou a boa obra e Ele vai ser fiel para completá-lo. É o que está fazendo, e ele vai ser fiel para completar o resto desta viagem também.”

Camp compreende que a jornada exige coragem e perseverança: “Somos soldados alistados nesta batalha, eu acordo todos os dias dizendo: ‘Tudo bem, eu vou colocar a minha armadura, e eu estou indo para não emaranhar com os assuntos deste mundo. ‘E é isso que eu quero fazer todos os dias.”

Desde os dias dolorosos de 2001, Camp voltou a casar ele e sua nova esposa, Adrienne, tem duas filhas. Mesmo nesta alegria, eles perderam um bebê para um aborto espontâneo em 2009. Ainda assim … acredito Nele.

Camp ao compartilhar a história de sua vida, ele quer que os leitores sejam estimulados a se aproximarem do Senhor.

“Espero que este livro levem as pessoas a querer realmente ficarem face a face com Jesus e se aprofundarem no seu relacionamento com Ele, que aja intimidade mais profunda com Ele”, disse Camp. “Nós somos chamados a amar o Senhor com nosso coração, mente e alma, e espero que este povo sejam estimulados ao longo a fazerem isso, porque é por isso que estamos aqui na terra de qualquer maneira.”

Fonte: Portal Padom

You Might Also Like

0 comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images