As mais espetaculares cavernas submarinas

13:39


A caverna é uma gruta, onde muitos a usavam como um lugar de refúgio, de abrigo, onde muitas pessoas se escondiam. Quando fugiam de alguém encontravam nessas grutas proteção, como no caso de Davi, que ficou um bom tempo escondido do rei Saul, na gruta de Adulão, e com ele cerca de 400 homens (I Sm 22:1,2). Nesse capítulo citado deixa claro que todo aquele que procurava a caverna, era pessoa de espírito triste, endividada, estava em apertos, ou seja, estavam em dificuldades passando por algum problema.

Quero me prender ao fato do profeta Elias em I Rs 19:9 que diz: “E ali entrou numa caverna e passou ali à noite; e eis que a palavra do Senhor veio a ele e lhe disse: Que fazes aqui Elias”? Durante a minha caminhada no evangelho, e em especial, no meio pentecostal, tenho ouvido muito a seguinte expressão: Estou na prova, estou na luta, estou em uma caverna. E observando esse texto o Espírito Santo me fez entender a diferença de quando você está na prova porque é plano de Deus, ou quando você está porque é o seu plano, é o que você quer, você escolheu entrar na caverna. Esse foi o caso de Elias, observe que ELE ENTROU NA CAVERNA, Deus não o mandou ir pra caverna. Isso fica claro quando Deus lhe pergunta: Que fazes aqui Elias? Ou seja, Deus queria que Elias entendesse que ali não era o seu lugar. Elias dá uma resposta à pergunta de Deus, uma resposta que centralizava a sua pessoa, pois pensava que só ele tinha ficado, que só ele era fiel, que só ele não se curvava a Baal. Quantos acham que são mais crentes que os outros, centralizam os olhares só para as suas vidas, só para as obras que fazem e não pra Cristo.

Davi entrou na caverna porque foi plano de Deus, observe que quando Deus está no negócio, vidas são alcançadas, algo de especial acontece, pois, se ajuntou à Davi várias pessoas com problemas, e Davi como servo de Deus, certamente ajudou aquelas vidas, falando de suas experiências, e do Deus que ele servia.

Portanto amado irmão, saia da Caverna. Deus tem o melhor para ti!
 
Muitas "cavernas marítmas" são famosas entre a comunidade de esportes aquáticos - em grande parte porque você tem que tirar um par de nadadeiras e um tanque de ar para explorar locais como o grande buraco azul de Belize.

Mas a ação implacável das ondas ao longo de milênios já construiu algumas cavernas espetaculares que você não precisa sequer de um pé-de-pato para explorar tais como Gruta de Fingal, na Escócia - apenas um par de botas resistentes.
Quando o lago congela no inverno, assim como as cavernas - Os visitantes entram para ver os lagos congelados e cachoeiras congeladas
 
Gruta de Fingal é uma ilha desabitada de Staffa, na Escócia: As colunas são hexagonais de rocha basáltica
semelhante ao encontrado em formações do Gigante Causeway na Irlanda




Gruta de Fingal, na ilha desabitada de Staffa, na Escócia, mostra a geografia única, intacta - e tinha fama de ser o lar de um gigante que construiu uma ponte entre a Escócia ea Irlanda.

"O buraco na Sardenha - mito diz que é a casa do Velho do Mar. Seu vizinho é ainda mais ilustre - Netuno,
deus do mar, vive em uma caverna apenas em volta da esquina 100m. Fala sério!!!!
O " Grande Buraco Azul "- Belize. O destino de mergulho popular é de 407 metros de profundidade
Vai encarar?
A Caverna dos Leões Marinhos no Oregon, é um dos maiores complexos de cavernas submarinas do mundo,
habitado por uma variedade de vida marinha, incluindo leões marinhos.

Um " litoral sumidouro"- um colapso em uma caverna submarina - em Santa Rosa California. Tais características são criadas quando o teto de uma caverna marítima desmorona devido à erosão -, mas pode tornar-se atrações
turísticas em seu próprio direito
Bom pessoal, é isso! E lembrem-se olhem a vontade, mas saiam da caverna!

You Might Also Like

0 comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images