Namoro cristão sem beijo divide opiniões em site de notícias

07:04


Dia 12 de junho a mídia divulgou diversas reportagens sobre namoro, mas uma em específico conseguiu dividir a opinião dos leitores. Escrita por Kelly Martins do portal G1 do Mato Grosso, a matéria intitulada de “Sem beijo e sexo, jovens optam por nova maneira de namorar em MT” foi recomendada no Facebook por mais de 31 mil pessoas.
O texto relatava a opção de jovens cristãos em não terem contato físico até o dia do casamento. A corte tem como objetivo fazer com que os jovens se conheçam verdadeiramente sem que os desejos físicos interfiram nessa relação.
Diante de uma sociedade cada vez mais permissiva, histórias como a do casal Rafael Almeida, 22, e Heloísa Lugato, 24, se tornam incomuns e chamam a atenção: eles namoram há mais de um ano e nunca se beijaram, tão pouco tiveram relações sexuais e prometem seguir esse propósito até o dia do casamento, marcado para março de 2013.
“Sabemos que o beijo não é pecado, até porque a Bíblia não se refere a isso. Porém, o sexo é, por isso evitamos. Mas não se trata de uma regra. Somos livres para optar e escolher”, diz Heloísa que é advogada.
Seu namorado relata que seus colegas de faculdade – ele estuda engenharia civil – zombam de sua escolha por não conseguirem entender. A postura vai contra as regras ditadas pela sociedade. “É difícil para muitos aceitarem que alguém em pleno século 21 pense assim. No entanto, quando se tem convicção, seguimos em frente”, afirma Rafael.

Tá todo mundo curtindo nosso blog! Curta você também!

O pastor Heitor Henrique Laranjo, 27 anos, líder dos jovens da Igreja Videira também concede entrevista para o G1 e explica que a corte é importante para que a relação amadureça. “Por isso a corte é diferente do namoro, pois preserva o conhecimento entre o casal. Não é respaldado em beijo ou sexo. Voltamos ao tempo em que nossos pais e avós namoravam na sala com a presença da família toda”.
Campanha voltada para jovens adultos

Há que pense que esse tipo de relacionamento é incentivado para adolescentes, mas para jovens com mais de 18 anos que desejam se casar. Tal conceito vai de encontro com o que é pregado pela sociedade pós-moderna que explora a sensualidade.

O pastor Heitor Henrique revela que o objetivo da corte é exatamente esse: resgatar os valores antigos. “É muito maior que um movimento de pró-sexualidade. É o resgate das veredas antigas”.
Esse é o ponto que divide opiniões, quem não acredita que esses valores morais sejam importantes opinam que tal posicionamento é o mesmo que “andar para trás” citando um retrocesso nos avanços conquistados nas últimas décadas.
Mas para a doutora em psicologia comunitária Maria Auxiliadora de Oliveira esses propósitos de evitar a intimidade podem minimizar os problemas que tanto afetam os jovens. “A questão afetiva e familiar hoje está banalizada. São muitos jovens e adolescentes começando uma vida sentimental sem estrutura. Sabemos que cada coisa tem o seu tempo e priorizar isso ajuda a minimizar os problemas que afetam a juventude”.
E você o que acha? Comente!
Fonte: GospelPrime

You Might Also Like

0 comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images